Os Lusíadas



As armas e os Barões assinalados
Que da Ocidental praia Lusitana
Por mares nunca de antes navegados
Passaram ainda além da Taprobana,
Em perigos e guerras esforçados
Mais do que prometia a força humana,
E entre gente remota edificaram Novo Reino,
que tanto sublimaram;
E também as memórias gloriosas
Daqueles Reis que foram dilatando A Fé,
o Império, e as terras viciosas
De África e de Ásia andaram devastando,
E aqueles que por obras valerosas
Se vão da lei da Morte libertando,
Cantando espalharei por toda parte,
Se a tanto me ajudar o engenho e arte.

 

Kommentare

  1. Um poeta que está imortalizado no mundo. A seguir vou ficar EU, eeheheeheh

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. O mundo não sabe quem foi Luís de Camões.
      Um poeta apenas conhecido nos meios académicos.

      Löschen
    2. Se o dizes eu acredito
      Bom fim de semana

      Löschen
    3. Enquanto que Luís Vaz de Camões é um ilustre desconhecido, o José Saramago ficou conhecido devido ao Prémio Nobel.

      Löschen
  2. Divulguemo-lo então além fronteiras :))
    Beijinhos camonianos
    (^^)

    AntwortenLöschen

Kommentar veröffentlichen